Comunicado

No conceito democrático de “um homem, um voto”, é fundamental aceitar e respeitar a mensagem enviada em cada boletim. Assim, o PS assumirá, sem reservas, a confiança que em si foi depositada pelos eleitores. Porque, por dever cívico e político, o papel de fiscalização da oposição é transversal às opções partidárias nos planos do esclarecimento público, transparência, clareza e coerência das decisões tomadas. [Ler mais]